Curso de Regência discute o papel de líderes de orquestras, bandas e corais

Regente, trompetista e educador musical, Israel Cardoso vai falar aos alunos do Curso Online de Introdução à Regência sobre o tema “As Competências de um Regente”, neste sábado (02), das 13h às 17h, pela plataforma Zoom

Com 20 anos de carreira, o regente, trompetista e educador musical Israel Cardoso considera importante para o regente contemporâneo compreender o seu papel como líder de orquestra, banda ou coral, juntamente com a atuação como educador, de modo a construir a sua identidade profissional. Dentro dessa linha de pensamento, sua palestra para os alunos do Curso Online de Introdução à Regência, a ser realizada no próximo sábado (02), das 13h às 17h, terá como tema “As Competências de um Regente”. “O aluno precisa saber qual é o seu foco: ele quer ser um regente de orquestra? Banda? Coral? Um educador que rege? Ou um regente que é educador? Vamos discutir alguns caminhos para buscar a persona deste regente que ainda vai nascer”, adianta Israel Cardoso sobre o conteúdo que será apresentado aos participantes da formação, por meio da plataforma Zoom.

A aula terá transmissão online para 330 alunos de 24 Estados brasileiros, selecionados por meio de Edital lançado no site da Estação Conhecimento de Serra. Considerando-se os alunos de docentes matriculados, indiretamente a formação vai contemplar cerca de 6,5 mil estudantes em todo o Brasil.

Iniciativa do Instituto Cultural Vale, o Curso Online de Introdução à Regência integra o Programa Vale Música e é destinado a estudantes de música, professores, músicos, regentes de bandas, orquestras, corais e grupos de jazz, entre outras formações musicais. Todas as atividades são desenvolvidas de forma remota, com a participação de regentes e musicistas de projeção internacional.

Diretor artístico e membro fundador do Quinteto de Metais SomBrass desde 2001, Israel Cardoso também é trompete solo da Sphaera Rock Orchestra, coordenador-regente da Sinfônica de Mogi das Cruzes e diretor musical da Orquestra Filarmônica e Escola de Música ADB Pimentas, em Guarulhos (SP). Pós-graduando em Coordenação Pedagógica, MBA em Gestão Escolar, Pós-graduado em Regência e Bacharel em Música: habilitação em Trompete Erudito, o regente iniciou seus estudos profissionais na Fundação das Artes de S. Caetano do Sul (FASCS) e, posteriormente, ingressou na Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP).

Participou dos principais festivais de música do país, como o Curso de Férias de Tatuí (SP), Coreto Paulista, Laboratório Orquestral de Regência (MG) e os festivais internacionais de Campos do Jordão (SP) e Brasília (DF). No exterior, participou do Summer Brass Weekend, na Berklee College of Music (EUA); Rafael Mendez Institute e Lamont School University (EUA); e o Festival Internacional de Regência (FIRSC), em Vaasa, na Finlândia.

Foi membro da Orquestra Record TV 50 anos e da Orquestra do Programa da Hebe, além de atuar em montagens de musicais da Broadway em São Paulo, como “O Rei & Eu” e “O Mágico de Oz”, e em diversas óperas como “Cosi Fran Tutti” e “Orfeu no Inferno”, entre outras. Em 2020 gravou seu primeiro CD, “Castelo Forte”, em comemoração aos 20 anos de carreira musical.

Com formação plural, do ponto de vista teórico e prático, Israel Cardoso entende o

Curso de Introdução à Regência do Programa Vale Música como uma iniciativa importante para a formação de novos regentes e para o desenvolvimento do setor musical.Hoje vejo um cenário musical com muitas oportunidades, com muito a se fazer, mas pouco direcionamento e foco nas ações. Quando vejo um projeto como este, que proporciona a diversos pensadores, teóricos, pesquisadores e artistas em geral a oportunidade de levar suas experiências e de promover uma troca com quem deseja ingressar no mercado de trabalho como regente ou aprimorar suas práticas em seus grupos, isso representa uma forma de dar um norte ao trabalho de muitos que ainda não encontram o nicho de atuação artística. A formação é o alicerce para qualquer regente, o que lhe dará autonomia, segurança e autoridade frente ao grupo que lidera; por isso, a formação de um regente deve ser contínua e também uma prática de vida, para que possamos influenciar o nosso grupo positivamente, pois o exemplo influencia muito mais do que as palavras”, comenta.

De acordo com o regente, este conhecimento será transmitido aos participantes do curso da forma mais prática possível. “Vamos trabalhar ferramentas que possam ajudar na tomada de decisões. Através da visão de grandes pensadores do assunto, verificaremos quais são as competências e estratégias mínimas para quem deseja se tornar um regente de qualidade, e como este profissional pode dinamizar o seu trabalho de forma estratégica, eficiente e eficaz. Espero poder influenciar positivamente os regentes a buscar a melhora contínua em seus trabalhos, visando ao crescimento profissional e pedagógico do seu grupo, independentemente de se trabalhar com músicos jovens ou com profissionais experientes”, detalha Cardoso. 

O Curso

O Curso Online de Introdução à Regência tem coordenação do Projeto Vale Música Serra e o patrocínio da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério do Turismo. A formação terá um total de 200 horas, sendo 120 horas síncronas, por meio da plataforma de videochamada Zoom, e 80 horas assíncronas, com atividades preestabelecidas no AVA – Google Classroom. Os componentes curriculares do curso serão divididos em 30 encontros, realizados sempre aos sábados, das 13h às 17h.

Para a gerente do Instituto Cultural Vale, Christiana Saldanha, o Curso Online de Introdução à Regência está em consonância com a estrutura pedagógica do Programa Vale Música e com o papel da instituição no processo de democratização do acesso à cultura e do fomento da arte. “Desde 2019, quando foi criado, o Programa Vale Música está em constante evolução. O curso de Regência do Vale Música, modalidade inédita no Programa, se junta a outras categorias de formação para possibilitar novas possibilidades aos músicos, reflexo de nossa busca incessante pelo aperfeiçoamento”, destaca Saldanha.

Dúvidas e mais informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected]

 

SOBRE O INSTITUTO CULTURAL VALE:

O Instituto Cultural Vale parte do princípio de que viver a cultura possibilita às pessoas ampliarem sua visão de mundo e criarem novas perspectivas de futuro. Tem um importante papel na transformação social e busca democratizar o acesso, fomentar a arte, a cultura, o conhecimento e a difusão de diversas expressões artísticas do nosso país, ao mesmo tempo em que contribui para o fortalecimento da economia criativa. Em 2021, são mais de 150 projetos criados, apoiados ou patrocinados em 24 estados e no Distrito Federal. Dentre eles, uma rede de espaços culturais próprios com visitação gratuita, identidade e vocação únicas: Memorial Minas Gerais Vale (MG), Museu Vale (ES), C entro Cultural Vale Maranhão (MA) e Casa da Cultura de Canaã dos Carajás (PA). Visite o site do Instituto Cultural Vale para saber mais sobre sua atuação: www.institutoculturalvale.org.

 

SOBRE O PROGRAMA VALE MÚSICA:

Desde o início dos anos 2000 a Vale cria oportunidades para estudantes participarem de formações musicais e desenvolverem seus talentos nos estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Pará e Mato Grosso do Sul. Em 2019, a empresa criou o Programa Vale Música, uma rede colaborativa de ensino e aprendizagem composta pelos projetos musicais dos quatro estados e as maiores orquestras do país. Ao todo, a rede envolve mais de 240 profissionais e mais de 1.000 estudantes. São parceiras do Programa Vale Música a Orquestra Sinfônica Brasileira, a Orquestra Ouro Preto, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, a Nova Orquestra e a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, patrocinadas pelo Instituto Cultural Vale por meio da Lei de Incentivo à Cultura.

 

SOBRE O PROJETO VALE MÚSICA SERRA:  

Iniciativa do Instituto Cultural Vale, o Projeto Vale Música Serra atende 200 alunos, de 07 a 29 anos, na Estação Conhecimento de Serra, em Cidade Continental, e 70 alunos, de 07 a 11 anos, no Núcleo do Vale Música no Parque Botânico Vale, em Vitória. O projeto conta com diversos grupos artísticos como a Orquestra Jovem Vale Música, a Camerata Jovem Vale Música, a Vale Música Jazz Band, a Banda Sinfônica Vale Música, o Coral Infantil Vale Música e o Coral Jovem Vale Música, que se apresentam em eventos na Grande Vitória e demais regiões do país. Durante o período da pandemia do novo coronavírus todas as atividades estão sendo desenvolvidas de forma remota.

 

 MAIS INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA:

Assessoria de Comunicação Vale

Elaine Vieira

Tel. 55 (27) 3333 3633  Cel. 55 (27) 99279-1039
Av. Dante Michelini, 5500, Camburi 29090-900 – Vitória, ES
www.vale.com/saladeimprensa
www.vale.com/newsroom

 Assessoria de Imprensa Projeto Vale Música Serra

José Roberto Santos Neves

(27) 99972-8028

[email protected]

[email protected]